Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 11 de abril de 2011

INTERCESSÃO: UM CHAMADO – UMA VOCAÇÃO DA IGREJA

 

Base Bíblica: Gn 18.23-33

Meus irmãos e minhas irmãs, entre muitos chamados que o Senhor nos faz enquanto Igreja, sem dúvida, Ele tem nos chamado para que sejamos intercessores. A Igreja possui um chamado natural para que ela seja intercessora, para que traga a presença de Deus para o meio do povo.

Em tempos de crise, de dificuldades e incertezas, somos imbuídos da tarefa de interceder diante de Deus por toda a humanidade. Na verdade, ao que sabemos, de acordo com o profeta Ezequiel, Deus esta procurando “homens e mulheres que se coloquem nas brechas diante Dele pelo povo” (Ez 22.30).

intercessão1

Interceder é intervir, é colocar diante de Deus por aqueles/as que têm alguma necessidade, pela cidade, pelas nações... Interceder é construir um muro em torno de alguém para protegê-lo e guardá-lo de todo o mal!

No texto bíblico base de nossa reflexão podemos perceber o poder da intercessão. Sodoma e Gomorra eram locais em que se praticavam as mais grandiosas atrocidades, principalmente aquelas ligadas às questões da sexualidade. Diz o texto “que o clamor de Sodoma e Gomorra chegou até a presença de Deus (Gn 18.20).

Por causa dos pecados praticados em Sodoma e Gomorra, Deus decide destruir estas cidades. Mas, Deus decide revelar o que faria para Abraão. Este recebeu anjos de Deus em sua casa e, após despedir-se deles, quando já se encaminhavam para Sodoma, Abraão inicia sua intercessão diante de Deus por seu sobrinho Ló.

Algumas questões importantes para que possamos refletir: Deus, diante de seu servo Abraão, decidiu revelar o que faria isto não é maravilhoso? – Sabem meus irmãos e irmãs, Abraão é conhecido na Bíblia como “Pai da Fé” e “Amigo de Deus”.

Na verdade, hoje nós podemos entender Abraão como a simbologia da igreja de nosso tempo. Hoje, a Igreja deve ser considerada como “pai e mãe da fé”, a “igreja deve ser considerada como amiga de Deus”.

Meus irmãos e minhas irmãs, em Cristo somos chamados para um relacionamento com Deus em que Ele, de uma maneira muito intensa e intima, quer revelar a cada um/a os seus propósitos e mistérios.

oração1

Hoje, Deus quer falar com você, Deus quer falar conosco. Ele quer revelar “coisas grandes e ocultas que não sabemos” (Jr 33.3).

A Sodoma e Gomorra de nosso tempo não é o mundo, ou, uma cidade, mas, podemos entender que em nosso tempo são as circunstâncias aprisionadoras e pecaminosas que podem nos cercar ou cercar aqueles/as a quem amamos! – Deus quer nos usar como intercessores para que Ele possa operar com Poder e Glória neste mundo e em nosso tempo

Hoje nós somos os intercessores à quem Deus quer revelar seus mistérios e propósitos, e, de acordo com este clamor de Abraão, quero destacar algumas características de uma igreja intercessora:

1) Identificação: É baixar-se ao lugar da carência ou da fraqueza e, conforme a direção do Espírito tomar o lugar daquele por quem vamos interceder;

2) Compaixão, agonia: é um esforço tão intenso contra as forças das trevas, para arrebatar alguma coisa que está sob o domínio do diabo que parece que nos vamos nos arrebentar, estourar. Um exemplo desta compaixão, agonia foi Jesus no Getsêmani, quanto suou gotas de sangue;

3) Autoridade: revela o nível de intimidade que temos com Deus. Somos chamados para uma vida de consagração, para uma busca de unção. A verdade, é que Deus quer revelar os seus desígnios, mas, precisamos buscar por eles; Ele quer falar, mas, precisamos estar atentos à vontade de Deus. (“Certamente o Senhor Deus não fará coisa alguma sem revelar o seu segredo aos seus servos, os profetas” – Am 3.7).

Finalmente, meus irmãos e irmãs, nós devemos nos lembrar sempre, que Jesus é o nosso exemplo maior de intercessor. Ele nos ensinou como devemos viver e orar de uma forma que o agrade e aconteça as respostas de acordo com o coração do Pai. Nosso Deus quer que oremos fazendo intercessão pelos outros, “Ele quer que ergamos mãos santas em todo o tempo” – (1 Tm 2.1-2).

clamor

Quando você se lembrar de alguém, quando o Espírito lhe tocar, não perca tempo. Saiba que é o Senhor te levantado para salvar alguém das garras de Sodoma e Gomorra. É a ação para gerar cura, salvação e libertação. Deixe o Senhor usa-lo/a como instrumento. Vamos orar e interceder até que os propósitos de Deus sejam estabelecidos na terra.

Sobre os teus muros ó Jerusalém, pus guardas que todo o dia e toda noite jamais se calarão; vós os que fareis lembrado o Senhor, não descanseis, nem deis a Ele descanso até que restabeleça Jerusalém e a ponha por objeto de louvor na terra”
(Is 62-6-7)

Nenhum comentário:

Postar um comentário