Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 1 de novembro de 2011

VIVENDO UM COMPROMISSO COM DEUS


Base Bíblica: 1 Samuel 2.30
Vivemos um tempo em que uma quantidade grandiosa de pessoas está buscando em Deus a solução dos seus mais diversos problemas. Isso é legítimo. Contudo, precisamos entender que muito mais do que a bênção, nós enquanto cristãos precisamos buscar o Abençoador; muito mais do que as mãos, precisamos buscar a face, a presença deste Deus.
Além disso, é necessário enfatizar que, vivemos em meio à uma sociedade em que cada vez mais fica evidente o apego ao descompromisso. Podemos perceber isso nas relações amorosas, acadêmicas, sociais nas mais diversas instâncias, enfim, falar de compromisso também é uma maneira clara de que nós possamos nos municiar para que este mal não venha a dominar sobre as nossas vidas.
planta nascendoO que podemos definir como compromisso? Compromisso é a forma pública ou não, de se vincular ou assumir uma obrigação com alguém. Há diversos tipos de compromissos: compromisso religioso, compromisso amoroso, compromisso de negócios, etc. A palavra deriva de "promessa", ou seja, "com promessa". Quer dizer que quando há um compromisso há uma promessa. Portanto, compromisso é uma responsabilidade adquirida de forma verbal ou escrita que nos faz responsáveis por algo, perante essa afirmação (verbal ou escrita), feita por nós mesmos, sendo isso o compromisso. Quem se compromete e não cumpre é um irresponsável. Quem se compromete e cumpre é responsável e chama a atenção alheia por ser capaz de manter sua posição a realizar o acordado. (Fonte: Wikipedia, Dic. Priberam)
No texto lido, podemos perceber o quanto o Senhor nos leva a sério. Seu chamado para as nossas vidas é intenso e, de igual modo, Ele espera que nós venhamos a corresponder. O sacerdote Eli e seus filhos foram rejetitados por Deus porque desprezaram o compromisso que tinham diante Dele e do povo. Suas práticas demonstravam irresponsabilidade, ganância. Pecaram, e, deixaram de serem os representantes de Deus sobre a face da Terra.
Viver um compromisso com Deus significa representa-Lo! (2 Cor 5.20) – Você permitiria que uma pessoa desconhecida o representasse diante da sociedade, do local de trabalho ou de sua família?
Acredito que, como você está aqui, isso já demonstra o seu seu desejo de aprofundar sua vida na presença de Deus. Assim, o Senhor quer nos mostrar três exigências para se viver um compromisso com Ele:
1) O COMPROMISSO COM DEUS EXIGE RENÚNCIA
"Se alguém vem a mim e não aborrece a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs e ainda a sua própria vida, não pode ser meu discípulo. E qualquer que não tomar a sua cruz e vier após mim não pode ser meu discípulo" (Lc 14:26,27).
O Chamado

a) Renúncia do Eu: Dos meus projetos pessoais que se contrapõem aos projetos de Deus (cf. Lc. 14.16-24);
b) Do pecado: Não pode ser uma regra na vida do cristão, deve ser um acidente. (1 Cor 6.12)

2) O COMPROMISSO COM DEUS EXIGE DISCIPLINA

tempo 1 










a) Disciplina da Oração: Fp 4.6; Lc 18:1
b) Disciplina na Meditação na Palavra: Sl 119.105;
c) Disciplina do Jejum: Is 58.5-11; Sl 69.10;
e) Disciplina no Enchimento do Espírito Santo: Ef 5.18
d) Disciplina na Comunhão com o Corpo (igreja): Rm 12.1-12

3) O COMPROMISSO COM DEUS EXIGE PERSEVERANÇA
“Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos. Ainda não resististes até ao sangue, combatendo contra o pecado”.
(Hb 12.1-4)
perseverançaa) Precisamos vencer o cansaço e a comodidade:
b) Os falsos sentimentos e a falsa espiritualidade:
c) As condições adversas:
“Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis”. (1 Coríntios 9:24)
Esmurro o meu corpo, e o reduzo à escravidão” (1 Coríntios 9.27).
"O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido". (Salmo 34.8)
 
decisõFinalmente, meus irmãos e irmãs devemos entender que o compromisso é uma ação que em última instância sempre vai tocar a nossa individualidade! - Napoleão Bonaparte dizia que “nada é mais difícil, e por isso mais sublime, do que ser capaz de decidir”. A vida é feita de decisões. Quando se trata das coisas relacionadas a Deus a decisão é pessoal.
Ele espera que cada pessoa que deseja servi-Lo, seja plenamente consciente de se empenhar exclusivamente a Ele. Deus quer voluntariedade com responsabilidade. Um dos maiores esportistas brasileiros o piloto Ayrton Senna, disse em uma ocasião algo muito interessante: "no que diz respeito ao empenho, ao compromisso, ao esforço, à dedicação, não existe meio termo. Ou você faz uma coisa bem feita ou não faz". Deus é zeloso e quer constituir um povo “exclusivamente seu, zeloso de boas obras”, isto é, formar uma geração de pessoas que sabem quem são e o que devem fazer. (Cf. Tt 2.14)
fazer  o melhor
Que nós possamos demonstrar todo o nosso amor pelo Senhor através do nosso amor incondicional por Jesus, com uma consciência clara de nosso chamado e, de modo intenso, exercer os dons que recebemos para o louvor da Sua Glória (cf. Jo 15.13; Mt 28.19-20). AMÉM!






Nenhum comentário:

Postar um comentário